Aprendendo a usar as listas de discussão

Por Dario Mor

Texto publicado originariamente na revista INTERNET.BR (Mai/97)

 

 

O que são listas de discussão

Todo mundo que conhece a Internet logo se encanta com a beleza, a facilidade e o imenso potencial que a Web oferece. Depois aprende-se a usar o correio eletrônico para trocar mensagens com um ou outro conhecido que também acessa a rede. Em seguida descobre-se que para pesquisar coisas na internet deve-se usar os grandes sites de busca como o Altavista ou o Cadê, mas várias vezes ficamos frustrados porque não se consegue achar determinada informação na imensidão de links que informam QUASE aquilo que queremos saber...
Pois é possível TROCAR informações de verdade na Internet (e não apenas consultar, como na Web) via e-mail sem precisar saber de antemão a quem perguntar. Imagine-se encontrar num mesmo lugar dezenas de especialistas em redes locais para tirar suas dúvidas de graça, receber na sua caixa postal notícias fresquinhas sobre informática sem ter que esperar a próxima edição da sua revista preferida ser publicada, ou trocar idéias sobre música, shows ou cinema com gente especializada no assunto? Basta você assinar uma LISTA DE DISCUSSÃO (em inglês pode ser distribution list, discussion list ou mail list) que tenha um tema associado àquilo que você quer saber.
Existem milhares de listas na Internet e cada uma tem um assunto. As pessoas "assinam" a lista e passam a receber em sua caixa postal as mensagens enviadas pelos outros assinantes. Pode-se também enviar uma mensagem para a lista perguntando algo (dentro do assunto da lista, claro) ou respondendo a uma pergunta de outro assinante.

Início da página

 

Como funcionam as listas

Para participar de uma lista de discussão, voce deve primeiro descobrir o endereço eletrônico de um servidor de listas (calma, adiante você encontra vários sites com informações a respeito...) e enviar um comando para assinar uma das listas que estiverem disponíveis. O jeito mais fácil de entender como funciona é seguir um exemplo.
Entre no seu programa de e-mail preferido (pode ser o Eudora, Pegasus Mail ou mesmo o Netscape Mail). Mande uma mensagem para o endereço MAJORDOMO@ACTECH.COM.BR. O campo SUBJECT pode ficar em branco (seu conteúdo é indiferente neste caso). No lugar da mensagem propriamente dita escreva apenas SUBSCRIBE MEUPOVO-LIVRE e tecle enter para separar de uma possível assinatura que seu programa talvez adicione ao final da mensagem. Confira se nenhuma letra foi trocada ou esquecida, pois sua mensagem não será lida por uma pessoa, mas por um servidor de listas.
Quando a mensagem chegar no servidor da ACTECH, será processada por um programa chamado MAJORDOMO, que processa e distribui listas de discussão.
Em alguns minutos você receberá uma mensagem de boas-vindas da lista, que contém informações importantes como as regras de utilização da lista, o assunto da mesma e como fazer para cancelar sua assinatura.
A partir daí você faz parte da lista MEUPOVO-LIVRE, uma lista de assuntos genéricos onde costuma rolar dicas sobre internet e informática de forma geral, além de direitos do consumidor, algumas piadas, música, cinema e algumas abobrinhas. Você passará a receber todas as mensagens enviadas para a lista em sua caixa postal e nunca mais terá a frustração de achar que ninguém escreve pra você. :-). Para participar da conversa, basta enviar uma mensagem para o endereço da lista, que é MEUPOVO-LIVRE@ACTECH.COM.BR. E desta vez use normalmente o campo SUBJECT e o corpo da mensagem, pois sua mensagem será enviada para todos os outros assinantes.

Descubra no http://listas.actech.com.br/ onde estão as listas que falam dos seus assuntos preferidos.

Início da página

 

Listas X Newsgroups

Você já deve estar pensando: "esse negocio de listas e' bem parecido com NewsGroups..." Realmente existem semelhanças, como o fato de ter um tema específico em cada lista e as informações são lidas em forma de e-mail. Mas o resto é bem diferente. Não se pode dizer que um é melhor que outro, mas é bom você conhecer desde já as diferenças.
Você recebe uma cópia da mensagem só para você - Quando você assina uma lista, as mensagens vão chegando na sua caixa postal à medida em que são enviadas pelos outros assinantes para a lista. E você decide quais mensagens vai guardar ou jogar fora. Num NewsGroup todas as mensagens são arquivadas no servidor de NewsGroups e se você não for até ele ler a mensagem, ela será jogada fora em duas ou três semanas.
Um único servidor distribui uma determinada lista - Cada lista é mantida e distribuida por um único servidor. Mesmo que outro servidor tenha uma lista com o mesmo tema ou o mesmo nome, provavelmente trata-se de outra lista, com regras e assinantes independentes. No NewsGroups as mensagens postadas num servidor são copiadas para os outros, de forma que tanto faz você consultar um servidor de News brasileiro ou estrangeiro (a diferença ficaria só na velocidade de transmissão de dados).
Nas listas você conversa em Português... ou não! - Ainda não existe uma rede brasileira de servidores de NewsGroups, então a quase totalidade dos grupos de discussão encontrados são oriundos de servidores americanos e têm o inglês como língua oficial. A criação e manutenção de uma lista é muito mais simples e não depende da interligação de servidores. Por isso já existem centenas de listas sediadas no Brasil onde se trocam mensagens na nossa língua.
Você não precisa de um programa especial - As listas são, no final das contas, apenas uma aplicação especial do correio eletrônico tradicional. Os protocolos utilizados são os mesmos do e-mail e se você já usa e-mail com frequência, já sabe 80% do que precisa saber. Os NewsGroups, apesar de se mostrar muito parecido com o e-mail comum, usa protocolos e servidores específicos. Para consultar os NewsGroups você precisa de um programa que fale o protocolo de News, o que demanda algum tempo para configurar e aprender a usar.

Início da página

 

Listas x IRC

A diferença entre as Listas de Discussão e o Internet Relay Chat são óbvias, mas a comparação também é interessante. A única grande semelhança é a possibilidade de conversar com várias pessoas paralelamente com um tema principal, mas para quem procura aprender e trocar informações as vantagens das Listas são muitas.
Abobrinhas que desviam o assunto da lista são desestimuladas pelos próprios participantes. Mas isso não quer dizer que as listas são absolutamente sóbrias e ortodoxas, povoadas exclusivamente por gente profissional e preocupada em manter o ambiente livre de qualquer tipo de descontração. Em qualquer lista existe espaço para o bom humor e mensagens mais leves, desde que não fujam do assunto principal da lista. Existem inclusive listas exclusivas para piadas e papo-furado.
Além disso nas Listas de Discussão você lê e responde as mensagens na hora mais apropriada pra você, e não na hora em que os outros estão "presentes". Pode-se, por exemplo, pesquisar uma informação e elaborar uma resposta mais completa a uma pergunta. Por isso eu costumo dizer que no Chat a gente pode "brincar" de trocar mensagens na Internet, mas nas Listas pode-se trocar informações e idéias de verdade.

Início da página

 

Listas moderadas, não moderadas e Digests

A maioria das listas são "de discussão", ou seja, permitem que qualquer assinante envie mensagens ou réplicas diretamente para a lista. Outras listas não permitem que os assinantes postem mensagens, apenas o moderador ou dono da lista tem este direito. Por isso são chamadas listas moderadas.
Mas qual a vantagem de uma lista que não permite a conversação entre os assinantes? Estas listas são como canais de distribuição de notícias (como as listas MeuPovo e Edupage), ou são usadas para informar sobre lançamentos de uma determinada empresa (a Microsoft, IBM e dezenas de outras empresas usam listas para distribuir dados sobre seus produtos).
Por ser moderada, uma lista não está necessariamente dispensando a participação dos assinantes. A lista MeuPovo, por exemplo, depende da colaboração dos seus assinantes para funcionar. O moderador seleciona as melhores mensagens e as envia para a lista.
As listas tipo Digest são geralmente listas moderadas associadas a uma lista de discussão não-moderadas e com o mesmo assunto. O moderador do Digest seleciona as melhores mensagens da semana enviadas na lista de discussão, junta-as numa única mensagem e envia, semanalmente, na lista Digest. Assim, que não tem tempo para acompanhar e participar das conversas assina apenas a Digest e recebe um resumo periódico da lista principal.

Início da página

 

Como não pagar Mico

Como sou assinante e administrador de listas desde o tempo em que a internet era apenas um ambiente restrito a pesquisadores e universitários, já vi inúmeros erros e gafes que as pessoas cometem, idependente de serem iniciantes ou experientes na Internet. Abaixo relaciono os vacilos mais comuns (inclusive os que eu cometi...) para que você não se torne um novato inconveniente nesse novo mundo de informações dentro da Internet.
- Observe o que rola na lista por alguns dias antes de postar a primeira mensagem. Assim voce não vai entrar no assunto repetindo a mesma coisa que alguem escreveu na vespera e nem vai falar de um assunto totalmente fora do escopo da lista.
- Não mande comandos para a lista ou mensagens para o ListServer. Para participar de uma lista voce precisa lidar com dois endereços de e-mail diferentes: um é do Servidor de Listas (geralmente tem o nome majordomo@provedor.com.br ou listproc@provedor.com.br) e o outro é o endereço da própria lista (nome-da-lista@provedor.com.br). Cada provedor pode ter várias listas, que são gerenciadas pelo mesmo Servidor de Listas. Comandos de assinatura de listas (subscribe), ajuda (help), cancelamento (unsubscribe), e informações sobre listas (info) devem ser mandados exclusivamente para o endereço do Servidor de Listas. As mensagens que devem ser distribuidas para os assinantes devem ser enviados para o endereço da lista. Tome muito cuidado para não trocar as bolas.
- Guarde a mensagem de boas-vindas da lista e o texto de HELP do ListServer. Os primeiros textos que voce recebe ao assinar uma lista são instruções sobre como cancelar a assinatura e quais as regras e assuntos permitidos na lista em questão. Guarde bem estas mensagens para poder sair e entrar na lista quando bem entender. Não existe nada mais inconveniente que alguém enviando mensagens para uma lista perguntando como fazer para sair dela.
- Envie apenas mensagens que tenham alguma informação relevante. Evite mandar mensagens para a lista com apenas uma frase do tipo "Que mensagem legal" ou "Me mande seu telefone que quero conversar mais com vc" ou "Poderia repetir a msg com aquela informação?". Elogios ou assuntos particulares que não tenham relação com a lista e não são de interesse da maioria devem ser enviados diretamente para a caixa postal do interlocutor, afinal o resto da lista nada tem a ver com isso.
- Não mande propaganda para uma lista, a não ser que seja uma lista de classificados. Algumas pessoas, mais "espertas", logo percebem o potencial das listas para divulgar seu negócio. Mas as listas não foram feitas para encher a conta bancária de alguns, mas aumentar o conhecimento de todos. Divulgar propaganda não-solicitada na internet é algo muito mal-visto pela maioria e resulta em propaganda negativa para o "anunciante". O apelido disso na rede é SPAM. Procure saber mais sobre isso.
- Não assine várias listas de uma vez só. Algumas listas têm centenas de participantes, que geram dezenas de mensagens por dia. Se você assinar muitas destas listas de uma vez, no dia seguinte poderá encontrar centenas de mensagens na sua caixa postal. E este volume de msgs pode até inviabilizar o uso do seu e-mail. Assine no máximo duas listas por dia. Assim o impacto não será tão grande e você poderá identificar as listas que realmente quer mais facilmente, cancelando a assinatura daquelas que não interessam.
- Siga as regras de etiqueta no e-mail. Certas coisas nunca devem acontecer quando se usa e-mail. Nem na correspondência privada e muito menos nas listas, que são, geralmente, públicas. Eis algumas delas: Discussões em baixo nível, como brigas e palavrões (só escreva e-mail de cabeça fria). Mensagens mal escritas, sem saudação, assinatura ou separação de parágrafos. Respostas sem quotes (aqueles trechos da mensagem anterior que permite ao leitor relembrar o assunto tratado). Mau humor explícito.

Início da página

 

Para criar sua própria lista

Organizar e distribuir uma pequena Lista moderada não é uma terafa difícil. Todos os programas de e-mail (como o Eudora e o Pegasus Mail), de uma forma ou de outra, já oferecem esta possibilidade. O problema é fazer uma Lista de Discussão com distribuição automática de mensagens e processamento de assinaturas. Para isso é necessário instalar um programa especialista (o servidor de listas) num micro ligado à internet 24 horas por dia. Ou seja: uma tarefa comum para um provedor de informações ou provedor de acesso, mas quase impossível para a maioria dos mortais.
Mas existem muitos provedores que já têm ListServs instalados e em funcionamento. Na maioria dos casos, as listas são públicas e gratuitas, mantidas pelos provedores para uso dos seus usuários e/ou de toda comunidade da internet. Mas como distribuir uma lista é uma tarefa que consome recursos do provedor (capacidade de processamento, espaco em disco e gera tráfego extra no link com o backbone da internet), não se criam listas gratuitas à torto e direito. Geralmente cada provedor distribui de 5 a 20 listas. Alguns provedores até vendem o serviço para qualquer um que queira criar uma lista. O preço pode variar de acordo com o número de assinantes ou volume de mensagens que a lista movimentar.

Início da página

 

A esquina das listas

A louvável excessão é a esquina-das-listas. Um serviço experimental da Unicamp que permite a qualquer pessoa, de qualquer lugar da internet, criar uma ou mais listas, sobre qualquer assunto, sem nenhum custo. Claro que o serviço é um imenso sucesso já há vários anos. A esquina-das-listas distribui mais de 200 listas, totalizando milhares de assinantes.
Há algum tempo o sistema ficou tão sobrecarregado que os administradores mudaram as regras, criando alguma burocracia para criar novas listas. O serviço continua sendo gratuito, mas, infelizmente restrito aos provedores que se comprometam a colaborar com a distribuição das mensagens. Se você assinar alguma lista da Esquina e não receber mensagens, converse com os administradores do seu provedor.

Início da página